segunda-feira, 20 de abril de 2009

OS CANTOS NA MISSA

Entrada - Este deve ser um canto de procissão do celebrante até o altar, que estimule a assembléia a participar da celebração com alegria e sentir que não só o sacerdote sobe ao altar, mas Deus que toma conta de toda a Igreja e deve terminar assim que o celebrante estiver pronto para a saudação inicial. Fiquem atentos!

Ato penitencial - Este canto deve ser breve, não demorado. Deve haver a fórmula SENHOR TENDE PIEDADE DE NÓS! CRISTO TENDE PIEDADE DE NÓS!
Ex: Senhor, que vieste chamar os pecadores humilhados!
PIEDADE, PIEDADE, PIEDADE DE NÓS!
Ó Cristo que viste salvar, os corações arrependidos!
Senhor que intercedeis por nós junto a Deus Pai que nos perdoa!

Glória - O glória, é um canto cristológico, não trinitário. É um canto que os anjos cantaram dando glória a Deus pelo nascimento de Cristo. Nunca deve ser substituido por HINO DE LOUVOR, tipo: GLÓRIA, GLÓRIA, ALELUIA! GLÓRIA, GLÓRIA ALELUIA! GLÓRIA, GLÓRIA ALELUIA, LOUEMOS AO SENHOR!
Deve conter a formula liturgica. Por exemplo:
1 - Glória a Deus nos altos céus, paz na terra aos seus amados, a vós louvam Pai Celeste os que foram libertados.
GLÓRIA A DEUS LÁ NOS CÉUS E PAZ AOS SEUS. AMÉM!...

Salmo - O salmo é a resposta da primeira leitura, nunca poderá ser substituido por outro canto. Seria melhor que fosse sempre cantado, se não for possivel pode ser rezado. É proclamado pelo salmista do Ambão, com o refrão cantado pelo povo.

Canto de Aclamação - Deve ser cantado com alegria e entusiasmo, cantado o ALELUIA com entonação, e as estrofes são frases tiradas do evangelho a ser proclamado.

Canto para a apresentação das oferendas - e não do ofertório, pois o verdadeiro ofertório da Missa se encontra inserido na Oração Eucarística, após a consagração, quando o próprio Cristo é oferecido ao Pai, - acompanha a procissão das oferendas e se prolonga pelo menos até que tenham sido postas sobre o altar." Pede-se, portanto, que o canto seja mais para bendizer do que para ofertar. Ex.: Bendito seja o nome do Senhor agora e sempre e por toda a eternidade.

Santo - Este é um dos cantos mais importantes da missa, pois exalta a santidade do nosso Deus e relembra "aquele domingo" quando Jesus era recebido com louvores, palmas, cantos e ramos em Jerusalém e gritos de "HOSANA AO FILHO DE DAVI!". Não deve ser substituido por outro canto, ele deve sonter a formula que o Missal Romano nos apresenta:
- SANTO, SANTO, SANTO SENHOR DEUS DO UNIVERSO, O CÉU E A TERRA PROCLAMAM A VOSSA GLÓRIA, HOSANA NAS ALTURAS! BENDITO O QUE VEM EM NOME DO SENHOR, HOSANA NAS ALTURAS!

Amém - Vem após a doxologia que só é rezada pelo celebrante (muitas pessoas acham, erradamente, que é bonito rezar com o padre!) e deve ser bastante animado ao som de todos os instrumentos, cantado por toda a assembléia.

Cordeiro de Deus - Se estiver de acordo com a aprovação do celebrante, o Cordeiro de Deus pode ser cantado como um findo suave de reverência e respeito. Lembre-se que este canto não faz parte do canto do Abraço de Paz e deve ser executado a partir do canto Cordeiro de Deus, já nos preparando para a comunhão.

Comunhão - Este canto deve ser cantado por toda comunidade, seria melhor que a sua letra contesse frases do evangelho proclamado, como nos mostra o Hinário Litúrgico, pois assim a assembléia comunga o corpo de Cristo relembrando o que foi lido no evangelho.

15 comentários:

  1. Muito boa essas instruções para nós cristãos de hoje pois precisamos reconhecer cada gesto desses e dizer que eles são uma motivação de Deus dentro de nós e no meio de nós e não uma mecanização.
    Ass.Carla Cristina

    ResponderExcluir
  2. Só uns pequenos comentários. O canto final não faz parte da liturgia da missa, portanto pode ser omitido.

    Outra coisa, "o canto para a apresentação das oferendas - e não do ofertório, pois o verdadeiro ofertório da Missa se encontra inserido na Oreção Eucarística, após a consagração, quando o próprio Cristo é oferecido ao Pai, - acompanha a procissão das oferendas e se prolonga pelo menos até que tenham sido postas sobre o altar." Pede-se, portanto, que o canto seja mais para bendizer do que para ofertar. Ex.: Bendito seja o nome do Senhor agora e sempre e por toda a eternidade.
    http://www.arquidiocese.org.br/media/ofer.%20bendito%20seja%20o%20nome.mp3
    http://www.arquidiocese.org.br/media/bendito%20seja%20o%20nome%20do%20sr.pdf

    Quanto ao abraço da paz: "Quanto aos chamados “cantos de paz”, na verdade não fazem parte do rito da paz. Não consta em documento algum que se deva cantar durante a saudação da paz. Há quem diga, com razão, que ou cumprimentamos o outro ou cantamos... Se houver o canto, que seja curto, simples e discreto, expressando a alegria pascal do povo de Deus, com letra que faça referência a Cristo e à paz do Ressuscitado, podendo ser cantado pelo coral ou grupo de cantores, enquanto a assembléia se cumprimenta. É bom reservá-lo para determinadas celebrações e festas mais solenes, procurando valorizar o canto do 'Cordeiro de Deus', que acompanha a fração do pão."

    fontes: Tempo e canto litúrgicos Pe; Bruno Carneiro Lira, osb
    http://www.irmamiria.com.br/pagina.php?id=3704&tipo=0

    Quero lhe parabenizar pela sua iniciativa de instrução sobre a liturgia. Necessita-se muito!

    Fica com Deus!
    Marcus Vinícius

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelas dicas Marcus vinicius...
    E participe sempre...

    ResponderExcluir
  4. Marcus Vinícius24 de maio de 2009 17:29

    Sim, sim! Gostei muitíssimo do blog. Entristece-me muito o fato de muitas pessoas "participarem" (ou seria melhor mesmo assistir nesse caso?) sem saber o que estão fazendo. Em muitas paróquias, as pessoas levantam os braços, balançam folhetos, entre outros. Se perguntarmos o motivo, eles saberão o por que fazem isso?
    Hoje aconteceu um fato na minha paróquia. O coroinha esqueceu de tocar o carrilhão na hora que as pessoas se ajoelham na hora que o padre impõe as mãos sobre as ofertas. Pergunto: Eles se ajoelharam?

    ResponderExcluir
  5. Comecei a ter a responsabilidade junto com mais uma Irma em Cristo de um Coral de criança para Cantar a Missa e desde então venho pesquisando as musicas litúrgicas confesso que tenho tido muitas dificuldades, pois temos que ensaiar varias musicas com as crianças a cada mês e os repertórios encontrados são muito poucos. Sabendo que temos que ensaiar um mês antes para o próximo mês e não encontro na Internet as liturgias adiantadas, sempre são para o próprio mês e dicas de musicas com cifras e som então nem se fala. Por isso faço um apelo as Lideres católicos e formadores de liturgia que disponibilizem na internet um site que possamos ter musicas para a missa com letra, cifras e som, adiantando o mês para ser possível ensaiar com mais tempo principalmente quando se trata de crianças. Poderemos s ser mais unidos para termos uma Celebração mais cheia de amor junto com Jesus e a assembléia.
    Obrigado e desculpe por alguma coisa.
    Paz de Cristo com o Amor de Maria.
    Leila Maria.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo blog! Estou de pleno acordo com nossa irmãzinha Leila Maria. Realmente, se tivéssemos Líderes da Pastoral da Música dispostos a nos ajudar pela "Internet" com partituras e principalmente com o SOM, haveria mais voluntários para essa grande missão que é: Evangelizar atravéz da música.
    Que Deus nos abençoe!
    "Instrumento musical na mão e pé no chão!"
    Marilene

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito. E sempre otimo relembrarmos, as vezes nos empolgamos com melodias bonitas e tendemos a sair fora do conteudo sim. Abracos. Ines

    ResponderExcluir
  8. Achei ótimo o conteúdo do blog, que Deus abençoe quem escreveu e também concordo com o comentário da irmãnzinha Leila.
    Eu faço parte da equipe litúrgica em minha comunidade e dentro da própria equipe é difícil fazer com que as pessoas aceitem as regras de cantos litúrgicos e até o povo faz "pedido" de cantos, só porque gostam de determinadas músicas. Alguns têm dificuldade de entender quando explicamos que certos cantos não são litúrgicos e passamos por chatas, imaginem se colocássemos cantos gregoriano... Por isso, vou aproveitar e imprimir este texto e colocá-lo na porta de nossa capela.
    Exitem muitos cantos litúrgicos bonitos em nossa Igreja, só que nem sempre temos acesso a eles (cifras, som e principalmente partituras) e acabamos limitados.
    Tenho certeza de que quem ama a Santa Missa faz o melhor que pode para agradar a Deus e a incentivar a participação de nossos irmãos.
    Desejo a todos que fiquem com Deus e que Santa Cecília, padroeira dos músicos litúrgicos, nos ajude.

    Ass. Irmã em Cristo

    ResponderExcluir
  9. Muito boa estes esclaresimentos para nos cristâo. Sou Catequista e vou passar para os meu catequizandos, pos acredito que e na catequese que se deve cultivar este aprendizado que fica para sempre.
    Ass: Ana Maria

    ResponderExcluir
  10. SOU FELIZ POR SER CATÓLICO, E ECEITO A MINHA IGREJA COMO ELA É!!!

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Pe.Bruno, eu e meus amigos estaremos te seguindo para saborear os teus ensinamento.Bjs

    ResponderExcluir
  13. "Este deve ser um canto de procissão do celebrante até o altar" ...não concordo com essa essa frase. primeiro porque não se fala mas nem canto de entrada e sim canto inicial a não ser que se tenha de fato uma procção e depois porque o canto não é para o celebrante, digo (presidente) mas é para toda a assembléia

    ResponderExcluir
  14. Parabéns pelo seu belíssimo trabalho!
    Que Deus continue te abençõando, para que possa continuar seu trabalho.

    ResponderExcluir
  15. Nossa!!! esse site é uma maravilha. as coisas escritas são realmente uma divindade.


    Maria William
    Araripina PE

    ResponderExcluir