sexta-feira, 17 de abril de 2009

O que é Liturgia?


Liturgia vem do grego (litourgia) que, em sua origem, indicava a obra, a ação ou a iniciativa assumida livremente por um particular (indivíduo ou família) em favor do povo, do bairro, da cidade, do Estado. Com o passar do tempo a mesma obra, ação, iniciativa, perdeu quer por institucionalização, quer por imposição o seu caráter livre e, assim, passou a ser chamado de liturgia qualquer trabalho que fosse um serviço mais ou menos obrigatório prestado ao Estado ou à divindade (serviço religioso) ou a um particular.
Na tradução grega do Antigo Testamento (AT) chamada dos LXX, liturgia indica sempre, sem exceção, o serviço religioso prestado pelos levitas a Javé, primeiro na tenda e, depois, no templo de Jerusalém. No Novo Testamento (NT) - evangelhos e escritos apostólicos - esse termo não tem o mesmo sentido de culto como no AT, onde estava extremamente ligado ao culto do sacerdócio levítico, pois esse serviço não tem mais sentido no NT. Porém, reaparece nos escritos extrabíblicos de origem judaico-cristã, onde se refere claramente à Celebração da Eucaristia.
A Liturgia é ação (celebração) sagrada da Igreja, pela qual os fiéis glorificam a Deus e são santificados por ele, em Cristo, feita com palavras e sinais sensíveis. É uma reunião de pessoas pela fé em Jesus Cristo no Espírito Santo, povo sacerdotal, chamado por Deus a colaborar na salvação da humanidade.
A celebração litúrgica é entendida como um mistério, pois nela e por ela participamos da vida de Cristo. Celebrar a liturgia é fazer memória do mistério pascal da paixão, morte, ressurreição e gloriosa ascensão de Jesus Cristo, lendo ao mesmo tempo o livro da Bíblia e o livro da vida, anunciando a morte e proclamando a ressurreição de Cristo e do povo unido a ele.
Fazer memória é trazer para o presente um fato acontecido no passado, no qual se experimentou e reconheceu a ação salvífica de Deus por causa da aliança que realizou com seu povo, fazendo isso, temos a certeza de estarmos hoje participando deste mesmo acontecimento e de seus efeitos salvíficos.
O fato que rememoramos na celebração litúrgica é o mistério pascal de Jesus Cristo, ou seja, a sua paixão, morte, ressurreição e ascensão gloriosa, manifestação salvífica e amorosa do Pai para com a humanidade. Por isso, a cada liturgia dizemos: Anunciamos Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

A Missa ou Celebração da Eucaristia é o ponto alto da liturgia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário